31
Mar 09
publicado por aquiagorasempre, às 08:50link do post | comentar | |
Sentia o cheiro
da chuva;
o grito dos pássaros,
a consistência dos musgos
antiqüíssimos.
Tentava entender a mecânica
das gotas ácidas
alinhadas,uma a uma,
o silêncio cinza das nuvens
onde o que restou do sol
pousava.
E o corpo sofria
feito ave sem asas:
de sede,se afogava.

Passa no meu blogue. E aceita o prémio ;)

Abraço =)
Daniel Silva a 31 de Março de 2009 às 20:26

Caro Daniel,mas uma vez obrigado.
De coração,desde o Brasil.
minha literatura agora-james. a 31 de Março de 2009 às 21:48

Poema maravilhoso. Quem é esse poeta Ivan Miziara...
Paulo Silva a 7 de Dezembro de 2013 às 22:17

mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

16
18

25
28



pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO